Consulta de Avaliação e Análise. Agende a sua.
Agendar por email
(15) 99157-8558
Perguntas e Respostas
Vamos entender como tudo funciona?
Qual a manutenção necessária após a instalação do sistema? Qual o custo disso? Quem faz?
A manutenção anual limita-se a uma limpeza das placas (quando for necessário) com água. Como se você estivesse limpando um vidro de sujeira no seu telhado. Se chover a chuva fará este trabalho para você, caso fique muito tempo sem chuva (mais de 6 meses) e você observar que a placa está realmente suja, então o ideal é passar um pano nos painéis.
Como eu monitoro a produção de energia solar do meu sistema?
A QSOL poderá fornecer um inversor fotovoltaico que conecte ele na Internet! Você vai poder ver a produção de energia solar em tempo real de qualquer celular, tablet ou computador em qualquer lugar do mundo! Além disso este sistema vai armazenar as informações de produção dos meses e você poderá comparar quais meses o seu sistema funcionou melhor.
O que é a homologação do sistema junto a distribuidora?
É um procedimento padrão onde a sua distribuidora de energia verifica se o seu sistema de energia solar foi construído de acordo com as normas de segurança. Não se preocupe com isso, quem deve lhe dar esta garantia é a QSOL Energia Solar que vai instalar o sistema na sua casa ou empresa.
Como funciona a energia solar residencial durante noite ou na chuva?
Não funciona a não ser que você tenha baterias para guardar energia durante o dia. Por isso que os sistemas fotovoltaicos são em 95% dos casos conectados na rede de sua casa. Durante o dia você gera energia elétrica solar além do que você precisa e joga o excedente na rede da distribuidora (Esse excedente vira créditos de energia). Durante a noite você usa a energia da rede da distribuidora e abate o seu consumo dos créditos de energia que você gerou durante o dia.
A minha conta de luz pode chegar a R$ 0,00 na minha residência com energia solar?
Não. Você sempre terá que pagar uma taxa mínima para ter a energia da distribuidora ligada na sua casa para quando você precisar. Sim. Se você instalar um sistema de energia solar fotovoltaica autônomo (com baterias). Custa mais caro, mas se você é um daqueles que quer dizer adeus para sempre à sua distribuidora esta é uma solução possível.
Qualquer eletricista pode assinar o projeto do sistema fotovoltaico conectado à rede?
Não. Somente Eletrotécnicos e Engenheiros Eletricistas podem. Isso acontece pois somente estes dois profissionais podem recolher o ART – Anotação de Responsabilidade Técnica, que é obrigatório para fazer a conexão do sistema com a rede elétricas de sua casa ou empresa.
Em termos de segurança, o que devo exigir da empresa que vai instalar o meu sistema fotovoltaico?
Exija da empresa o certificado NR10 (trabalho com eletricidade) e o NR35 (Trabalho em altura). Quando eles forem instalar, exija que todos os instaladores estejam usando os EPIS – Equipamentos de Proteção Individual. Segurança vem sempre em primeiro lugar!
Quantos dias são necessários para montar o sistema FV na minha casa?
Normalmente entre 2 e 3 dias é possível realizar a instalação (dependendo do tamanho do sistema) e também se não houver tantas dificuldades para acessar o telhado da residência. Mas normalmente é realizada em 2 dias.
Existe algum perigo ao instalar energia solar em minha residência?
Os riscos são os mesmos de fazer qualquer manutenção no sistema elétrico de sua casa. Ou seja, se for bem feito o risco é muito baixo de levar um choque ou ter um curto circuito. Escolha bem a empresa que vai instalar o sistema de energia solar na sua casa que você não terá problemas.
Quanto tempo dura um sistema de energia solar residencial?
Quando bem cuidado mais de 25 anos.
Posso ligar qualquer equipamento com energia solar na minha casa?
Sim, se você tiver um sistema fotovoltaico conectado na rede elétrica (o padrão) você não terá nenhum problema pois ele gera energia em paralelo com a rede da distribuidora. Ou seja, quando falta energia solar a rede compensa.
Quanto pesa o sistema de energia solar residencial?
  • Em média ele varia de 12kg/m2 até 17kg/m2.
  • Para telhados de telha de barro ele fica perto de 15kg/m2.
  • Para telhados metálicos de telha trapezoidal ou telha zincada ele pesa em média 13.5kg/m2.
  • Para lajes de concreto, onde é necessário inclinar as placas de energia solar, ele pode chegar até 17kg/m2.
  • Para lajes de concreto onde precisa-se inclinar as placas e não pode perfurar para fixar, aí será necessário usar um sistema com lastro e o peso pode subir bem mais. Mas no geral o sistema fotovoltaico residencial é muito leve e 99% dos telhados suportam ele sem problemas.
Você sabia que...
Produzir a sua energia elétrica com a luz do sol ficou muito mais fácil!
O ano de 2016 será um marco para o setor de energia solar no Brasil. No dia 01 de março deste ano entraram em vigor as novas regras para a produção de energia solar residencial, bem como para produzir energia solar para a sua empresa.

A ANEEL Agencia Nacional de Energia Elétrica aprovou no final de 2015 a revisão da resolução normativa 482 de 2012 que regulamenta os sistemas de energia solar para a autoprodução de energia na sua casa ou empresa. A publicação da nova resolução a RN 687/2015 traz grandes melhorias como a redução da burocracia e a possibilidade de pessoas e empresas se juntarem para produzir a sua própria energia elétrica.
Conheça as novas regras da Resolução 687 da ANEEL
As novas regras para produzir energia solar fotovoltaica vão fazer com que o mercado de energia solar cresça de forma sólida. Segundo a ANEEL até 2024 cerca de 1,2 milhões de geradores de energia solar devem ser instalados em casas e empresas em todo o Brasil.

Agora ficou muito mais fácil e vantajoso investir em energia solar e produzir a sua própria energia elétrica com a Luz do Sol. Confira as mudanças e melhorias nas regras abaixo:
1 - Geração Distribuída - o que é e como funciona?
Quando você produz energia elétrica na sua casa ou empresa com um painel solar e está conectado na rede da sua distribuidora, isto é chamado de geração distribuída. As grandes usinas que produzem energia são categorizadas como geração centralizada.
2 - Sistema de Compensação -  o que é e como funciona?
A compensação de créditos de energia é a forma de como este mercado de energia solar foi regulamentado no Brasil. Quando você produz mais energia do que consumiu em um determinado mês, esta energia vai para a rede da distribuidora e se torna um “crédito de energia”. Este crédito de energia é usado para abater o seu consumo de energia em algum mês que seu sistema produzir menos energia do que você consumiu. Desta forma é possível reduzir a conta de luz em 95%. Estes créditos com as novas normas possuem validade de 5 anos.

Obs: Os créditos não podem ser vendidos, apenas usados para abater o consumo na conta de luz.
3 - Geração compartilhada de Energia Solar – o que é e como funciona?
Antes quem tinha um sistema fotovoltaico só podia compensar os créditos de energia excedente em locais onde a conta de luz estava sob o mesmo CPF ou CNPJ. Agora com as novas regras para a energia solar, é possível transferir estes créditos excedentes para outros CPFs ou CNPJs desde que firmado em contrato. Sendo possível fazer isso através de cooperativas ou consórcios de pessoas ou empresas. Desta forma agora é possível você juntar um grupo de empresas ou amigos para construir um gerador de energia solar maior e dividir esta produção de energia.

Obs: Para fazer isso é necessário que todos envolvidos no consórcio/cooperativa estejam dentro da mesma área de cobertura da distribuidora de energia.
4 - Geração de energia solar em Condomínios – o que é e como funciona?
Agora é possível gerar energia solar em condomínios e repartilhar a energia gerada entre os condôminos.  A geração pode tanto ser usada para as áreas comuns como pode ser compartilhada entre todas as contas de luz dos condôminos.

Obs: Em caso de prédios é fundamental que se tenha área de cobertura suficiente, de fácil acesso e com muito sol o dia todo. Para um prédio o ideal é que se tenha no mínimo 200m² de área disponível.
5 - Autoconsumo remoto – o que é e como funciona?
Esta modalidade tornou possível, aqueles que não possuem locais com espaço ou sol suficiente, produzirem a sua energia.

Em muitos casos escritórios, comércios, apartamentos, lojas e indústrias não possuem espaço para instalar energia solar, ou mesmo não são proprietários dos imóveis que estão ocupando e não podem fazer esta instalação. Na modalidade de autoconsumo remoto é possível utilizar um terreno de sua propriedade para construir um sistema fotovoltaico e usar a produção de energia dele para abater a sua conta de luz, na cidade, por exemplo.

Obs: É importante lembrar que você só pode fazer isso desde que esteja dentro da mesma área da distribuidora. Exemplo: Você tem um apartamento em Belo Horizonte que a conta é da CEMIG e possui uma chácara onde a conta também é CEMIG.
6 - Burocracia Reduzida
Nos últimos 3 anos as distribuidoras demoravam até 90 dias para permitir a conexão do seu sistema de energia solar na rede. Com as novas regras este prazo caiu para 34 dias e ficou mais simples.
Fale Conosco pelo Whats
Financiamento pelos principais bancos
Energia Solar Fotovoltáica Como Funciona a Geração de Energia Elétrica Solar Resolução Normativa 687 Geração de Energia Elétrica Solar em Condomínios Tarifa Branca Energia Elétrica Número de geradores de energia solar fotovoltaíca conectados no Brasil A Apple é quarta empresa em geração de energia solar, Target lidera